BIBLIA LEGAL

História de Abraão

Você conhece a importância de Abraão para a história da humanidade? Sabia que que a história de Abraão está ligada a origem de vários povos e alguns existem até hoje? Se você quer saber mais sobre a história desse patriarca tão importante, continue lendo esse artigo.

A vida de Abraão marca uma nova fase nas histórias bíblicas. Abraão é um dos grandes patriarcas da Bíblia. É através de Abraão que muitos dos projetos de Deus para ao ser humano são concretizados. Estudar a história de Abraão é crucial para se entender as demais histórias da Bíblia.

Nesse texto você irá entender:

  • Quem foi Abraão
  • Quem foi o pai de Abrão
  • A vida de Abraão
  • Abraão Chamado amigo de Deus
  • Como Morreu Abraão

história-de-abraão

Quem foi Abraão

Abraão é um dos grandes patriarcas.  Dele surgiram diversos povos. Ele é o pai de Isaque e Ismael. Os filhos de Isaque e netos de Abraão são Esaú e Jacó. Esaú é o pai do povo chamado de edomitas. Jacó tem seu nome mudado para Israel e é o pai dos judeus. O outro filho de Abraão e Ismael que é o pai dos povos do deserto, identificados hoje como os árabes.

Abraão não é importante só por ser um personagem bíblico. Ele é também identificado como ancestral de dois grandes povos que existem até hoje, os judeus e os árabes. Também ele é respeitado como um grande profeta por três grandes religiões mundiais:




  • Judaísmo;
  • Islamismo;
  • Cristianismo.

Quem foi o pai de Abrão

Segunda história de Abraão narrada pela Bíblia (Gênesis 12-25), ele é filho de Terá. Terá é um patriarca que buscou um lugar para viver bem com seus filhos. Foi ele que levou Abraão para viver em Harã. Aos 205 anos Terá morreu em Harã. A terra de Harã recebeu esse nome devido ao irmão de Abraão, pai de Ló que se chamava Abraão.

Vida de Abraão

A história de Abraão se inicia na Bíblia através da história de seu pai. Quando o irmão de Abraão morreu seu pai saiu de Ur dos caldeus. Nesse período Abraão vive sobre a tutela de seu pai. Vivendo na terra de sua família, Harã, Abraão vivia tranquilamente com seu pai, irmão e sobrinho Ló. Nesse período Abraão se chamava Abrão e sua esposa Sarai.

Abraão é chamado por Deus

A morte de Terá traz uma reviravolta na história de Abraão. Sem a tutela de seu pai Abraão recebe um chamado Divino. Deus ordena que ele saia do meio de seus parentes para viajar até uma terra Prometida (Gênesis 12:1). Abraão aceita o desafio. Ele deixa a terra de seu pai, deixa seu irmão e sai acompanhado de Sarai e seu sobrinho Ló.

Um altar para Deus

Durante sua jornada Abraão cria o hábito de construir um altar para cada momento marcante de sua vida. Ao parar em um local, diante de algum acontecimento… Abraão passa a ser um servo fiel do Deus que o chamou. Ele cria fielmente que Deus estava o conduzindo rumo a terra prometida.

Abrão e Ló

Abraão saiu de Harã junto com seu sobrinho Ló. A parceria dos dois dá certo por pouco tempo. Com o crescimento dos rebanhos e riquezas dos dois começam as discórdias. Os pastores de Abrão e Ló discutem por causa dos rebanhos. Abraão gostava muito de seu sobrinho, porém sabia que não seria possível eles continuarem a jornada juntos.

A solução que Abraão encontra foi simples. Abraão pede a seu sobrinho que escolha o caminho que ele queria seguir. Ló vê uma paisagem verdejante e muito rica em pastos. Ele escolhe o caminho farto de pastos. Abraão consequentemente escolhe o caminho contrário.

Mesmo Abraão e Ló deixando de seguirem viagem juntos suas histórias não deixam de se cruzar. Abraão entra em uma batalha para resgatar seu sobrinho que fica no meio de um conflito entre diversos reis (Gênesis 14). Em outro momento Abraão intercede por Lo pedindo a Deus que o livre da destruição que viria sobre Sodoma (Gênesis 23-33).

De Abrão para Abraão

Quando abraão foi chamado por Deus seu nome não era Abraão, mas ele se chamava Abrão. Deus muda o nome de Abrão para Abraão acrescentando a palavra hebraica hamon (Abrahim). Hamon significa multidões, muitos ou povos. Com isso o nome Abraão é dado ao patriarca como símbolo da promessa que Deus havia lhe feito de ser o pai de uma grande multidão.

Filhos de Abraão

A história de Abraão é marcada por uma promessa de que ele seria pai de uma grande multidão ou muitos povos (Gênesis 17:4). Porém Abraão e sua esposa já tinham uma idade avançada quando Deus chamou o patriarca. Isso fez com que Abraão em alguns momentos tivesse medo de não ver cumprida a promessa de Deus.

Sara a mulher de Abrão o induz a dormir com a sua serva Hagar. Hagar gera o primeiro filho de Abraão, Ismael. Porém Deus envia anjos para confirmarem que Deus tinha uma promessa de que o herdeiro de Abraão viria de Sara. Sara ri quando ouve os anjos e por causa disso seu filho foi chamado de Isaque (que significa risada).

Sara convence Abraão a mandar embora seu filho Ismael e a mãe Hagar embora. De Ismael surgem os povos do Deserto. De Isaque surge Israel e Edom. Depois da morte de Sara Abraão teve outra mulher, Quetura. Com Quetura Abraão teve mais seis filhos:

  • Zinrã
  • Jocsã
  • Medã
  • Midiã
  • Isbaque
  • Suá

Deus cumpre sua promessa. Abraão tornou-se um pai de muitos povos. Mesmo que seus filhos com outras mulheres não foram seus herdeiros diretos, eles também tiveram sobre si a prosperidade de seu pai Abraão. Abraão foi um homem que viveu crendo nas promessas de Deus. Ele creu e Deus não o deixou desamparado.

Abrão Pai da Fé

Um dos títulos mais memoráveis na história de Abraão é o de Pai da fé. Abraão ganha esse título devido a sua confiança em Deus em diversos momentos.

  • Saiu de sua terra para uma terra desconhecida.
  • Sempre fazia altares a Deus.
  • Aceitou o caminho deserto no acordo com seu sobrinho Ló
  • Aceita oferecer seu filho em sacrifício

A fé de Abraão era tamanha que ele aceita até sacrificar seu filho a Deus. Porém no momento em que ele iria matar seu filho Deus o interrompe e dá um cordeiro para ser sacrificado no lugar. Abraão cria que em último caso Deus poderia até ressuscitar seu filho. Esses eventos tornam Abraão um dos maiores modelos do que é ter fé em Deus.

Abraão chamado Amigo de Deus

No novo testamento Abraão é citado como amigo de Deus (Tiago 2:21-23). Esse patriarca não é chamado de amigo de Deus atoa. Ele viveu uma vida dedicada seguir confiando em Deus e em suas promessas. Conversava com Deus com intimidade. Em diversos momentos mesmo sendo tomado pelo medo, não deixou de crer no Todo –Poderoso.

Quantos anos viveu Abraão

Quando Abraão foi chamado por Deus ele já não era tão jovem. Provavelmente Abraão saiu do meio de seus parentes com 75 anos. Ele teve Ismael aos 86 anos. Quando Isaque nasceu Abraão estava com 99 anos. Não se sabe ao certo com quantos anos Abraão teve os filhos com Quetura. Segundo Gênesis 25 Abraão morreu com 175 anos.

Como morreu Abraão

Abraão morreu em boa velhice (Gênesis 25:8). Ele se despediu de seus filhos. Deu toda sua herança a Isaque e aos seus outros filhos deu apenas presentes. Isaque, Ismael e seus irmãos sepultaram Abraão em um campo que ele comprou em Macpela. Ele foi sepultado ao lado de Sara.

Pai da fé. Pai de multidões. Pai de muitos Povos. Amigo de Deus. A história de Abraão é a história de um homem de fé que creu na promessa de deus e tornou-se uma das figuras mais importantes na história das religiões e na bíblia. Abraão se manteve fiel a Deus e Deus correspondeu a sua fidelidade. A história dos cristãos começa na história de Abraão.

Bíblia Legal

Olá sou Wallace e faço parte da Equipe do Bíblia Legal. Nós temos como foco trazer e compartilhar a palavra de Deus através desse veiculo que só cresce. Espero que goste e que Deus abençoe sua vida.